Conheça os procedimentos necessários para desenvolver aplicativos

Os apps já fazem parte da rotina da maioria das pessoas. Uma prova disso é que, em 2016, foram realizados 149,3 bilhões de downloads de programas destinados a dispositivos móveis, segundo o relatório App Annie Forecas. Esse estudo prevê que o número de aplicativos baixados chegue a 352,9 bilhões, em 2021.

Com certeza, a estimativa mostra que desenvolver apps é um fator primordial para as organizações estarem mais próximas do público-alvo e oferecerem serviços com mais agilidade e praticidade.

Por outro lado, é necessário seguir uma série de requisitos para criar aplicativos que sejam bem aceitos pelos consumidores. Pensando nisso, vamos mostrar, neste post, aspectos que devem ser levados em consideração na hora de elaborar um aplicativo. Confira!

Pense na demanda a ser resolvida

Por mais conhecimento técnico que um desenvolvedor possua, é muito importante que o aplicativo seja útil para os usuários. O ideal é que a ferramenta seja usada para agilizar ações rotineiras, como pagar contas, reservar um lugar no cinema, pedir uma refeição, consultar dados, entre outras.

A partir do momento em que a demanda é identificada, fica mais fácil projetar o app e pensar em como esse recurso pode contribuir para facilitar a vida do público-alvo.

Avalie as características do software

Com certeza, é imprescindível que o aplicativo apresente uma finalidade bem definida para atingir um número expressivo de downloads. Também é recomendado definir as características que vão proporcionar à ferramenta um elevado nível de usabilidade, como:

- estrutura de navegação (menus disponíveis);

- layout (cores, disposição dos menus e tamanho das letras);

- comportamento do aplicativo online e off-line;

- sistemas operacionais em que o app vai ser disponibilizado ((Android, iOS, Windows Phone).

O processo de definição das características é essencial para que o software possa ser desenvolvido da melhor maneira possível e facilite a localização das informações disponíveis aos usuários. 

Estabeleça a estrutura de dados

Pensar em como disponibilizar os recursos do app é uma ação que deve ser analisada com muita atenção pelos desenvolvedores. Além disso, é necessário criar uma estrutura mínima para o software funcionar corretamente.

Por isso, o ideal é priorizar a elaboração de diagramas e tabelas que podem estar ligados a uma série de itens, como:

- armazenamento de arquivos binários;

- fluxo de dados;

- imagens;

- vídeos.

Os usuários devem resolver as demandas pelo aplicativo com facilidade. Do contrário, vão acabar desinstalando o programa e fazendo uma avaliação negativa.

Integre ferramentas de análise

Para desenvolver aplicativos de sucesso, é preciso analisar os dados da ferramenta. Assim, você terá mais informações sobre potenciais problemas, a quantidade de downloads, o comportamento dos clientes e as funcionalidades do software.

Na plataforma Firebase, do Google, estão disponíveis ferramentas de análise que ajudam a detectar erros em tempo real e a produzir relatórios de problemas, o que propicia eliminá-los com rapidez.

Esses recursos podem ser integrados com outras plataformas que podem fornecer bancos de dados, além de mecanismos para geolocalização, tratamento de imagens e pagamentos.   

Introduza novos recursos

Por questões de tempo, os desenvolvedores optam por lançar um aplicativo mais básico e com poucos serviços. Por isso, é interessante acompanhar o feedback dos usuários e das ferramentas de análise.

Com essa postura, o profissional terá uma visão ampla de como tornar o app mais prático e interessante para o público-alvo. Também é imprescindível atualizar os recursos de programação e de segurança para manter a ferramenta funcionando de forma correta.

Desenvolver aplicativos é uma tarefa bastante complexa que requer estudo, planejamento e foco. Sem dúvida, criar um app de sucesso exige uma ideia inteligente e medidas que o tornem prático e atraente para o público-alvo.  

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard