Governo do Estado do Espírito Santo
16/12/2014 00h13 - Atualizado em 24/08/2016 09h49

Prodest apresenta Plano Diretor de TI para biênio 2015-2016

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) concluiu os trabalhos de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) para os dois próximos anos. O documento está disponível no site www.prodest.es.gov.br – Menu Plano Diretor de TI.

O PDTI é um instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão dos recursos e processos de TI. A iniciativa visa organizar as ações para atender às demandas dos órgãos estaduais durante o próximo biênio, além de contemplar as necessidades de informação e serviços de TI da autarquia, as metas a serem alcançadas, as ações a serem desenvolvidas e os prazos de implementação. As atribuições do Prodest como órgão executor dos serviços de tecnologia da informação na administração pública estadual estão no PDTI.

O documento também aponta que os órgãos estaduais podem ser mais bem atendidos em alguns segmentos, como links de comunicação (dados), desenvolvimento de software, soluções de segurança e de backup, entre outros. O aperfeiçoamento da arquitetura do Data Center do ES (central de dados governamentais sediada na autarquia), a nova formatação do portfólio de serviços e a melhoria do sistema de gestão de conteúdo dos sites governamentais são algumas das atividades que o Prodest pretende efetivar com base no Plano Diretor de TI.

O monitoramento das ações do PDTI é de responsabilidade do Núcleo de Gestão Organizacional da autarquia, que tem como atribuições fazer a gestão de projetos e processos realizados pelo órgão. O presidente do Prodest, Victor Murad Filho, considera a iniciativa fundamental para dar mais eficiência aos investimentos governamentais no setor de TI. “Para ter bons resultados, uma gestão precisa de planejamento. Por isso, afirmo que o PDTI é essencial para auxiliar o Governo do Estado do Espírito Santo a definir as prioridades de ações para o setor de tecnologia da informação nos próximos dois anos”, explica.

Tópicos:
Institucional, PDTI
2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard