Governo do Estado do Espírito Santo
04/11/2020 10h10

Prodest amplia capacidade do Data Center do Estado com novos equipamentos

Novos equipamentos foram instalados Data Center do Estado, localizado no Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), que fica em Vitória. Já estão funcionando storages que têm como principal objetivo ampliar a capacidade de armazenamento de dados do ambiente.

Com a responsabilidade de garantir segurança e o acesso às informações de órgãos estaduais e de outras repartições públicas, o Data Center do Estado necessita de equipamentos cada vez mais modernos e eficientes para suprir a demanda crescente da administração pública.

Em outubro, o ambiente completou 10 anos de funcionamento com um índice de disponibilidade de quase 100%. Na avaliação do presidente do Prodest, Tasso Lugon, manter esse patamar somente é possível com planejamento e investimentos estratégicos nas melhores soluções do mercado.

“Manter seguras e disponíveis as informações dos nossos clientes é uma das nossas prioridades. Por isso, é fundamental optarmos por equipamentos que contribuam para o Data Center oferecer um serviço de ótima qualidade”, enfatizou Lugon.

Referência

O Data Center do Estado é considerado uma referência no setor público. Além disso, é responsável por hospedar dados de secretarias estaduais e de sistemas importantes para o Poder Executivo Estadual, como o e-Docs (tramitação eletrônica de documentos e processos), o Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siarhes) e o Sistema Integrado de Gestão Administrativa (Siga).

O ambiente também conta com uma sala cofre de 159 m², onde há mecanismos de combate a incêndio, a vandalismo e a inundações. Outro ponto positivo é a presença de dois geradores que garantem o funcionamento do Data Center, mesmo que haja falta de energia por um longo período.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do Prodest
Eric Lopes Menequini
(27) 3636-7159
comunicacao@prodest.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard