Dicas de segurança para realizar cadastros em sites

Receber e-mails sobre promoções e fazer compras por um valor mais em conta são alguns dos motivos que influenciam os internautas a fazerem cadastros em sites.

Contudo, é necessário ter muito cuidado com essa iniciativa. Diariamente, surgem novos casos de consumidores prejudicados por golpes aplicados por fraudadores, que acessam dados de clientes para realizarem indevidamente compras on-line.

Mas como evitar essa situação e se proteger? Como verificar se um site é seguro? A resposta está nas dicas que vamos abordar para você navegar com mais segurança. Confira!  

Procure uma conexão segura

É fundamental observar, na barra de endereço do seu navegador, se o site tem uma conexão segura. Caso tenha o protocolo https, a comunicação é criptografada aumentando bastante a segurança das informações.

Outro detalhe importante é a certificação do site. Ela é exibida no canto direito da barra de navegação com uma cor verde ou com uma figura de um cadeado. Basta clicar em cima de um dos ícones para visualizar os certificados de segurança.

As conexões seguras são usadas para criptografar as informações enviadas do seu computador para o site, dificultando as ações dos hackers.

Evite endereços duvidosos

É bom ficar atento ao navegar em sites que apresentam conteúdos de origem duvidosa.

Quando for cadastrar informações pessoais em sites ou até mesmo realizar uma pesquisa, busque por endereços conhecidos e procure indicações de outras pessoas.

Mantenha seu sistema operacional atualizado

Falhas de segurança existem em qualquer sistema operacional. Por isso, é indicado fazer as atualizações disponibilizadas pelo desenvolvedor.

Essas falhas nos sistemas podem abrir brechas e criar vulnerabilidades, comprometendo a segurança dos seus dados.

Além disso, possibilitam que vírus e softwares maliciosos roubem, sequestrem ou destruam as informações cadastradas em um site.

Use navegadores atuais

Os navegadores de internet mais modernos possuem recursos de segurança aprimorados que combatem as ameaças mais perigosas e recentes.

Caso utilize uma versão de navegador desatualizada, você corre o risco de não estar seguro contra falhas virtuais criadas há pouco tempo.

Navegadores atualizados, geralmente, contam com correções contra falhas de segurança. As ameaças mais comuns são:

- acesso a informações restritas;

- vírus;

- malwares (software que se infiltra em um computador de forma ilícita para causar algum dano ou roubo de informações);

- spywares (é um malware que coleta informações sobre seus hábitos online, histórico de navegação ou informações pessoais - como números de cartão de crédito -  e usa a internet para passar essas informações a terceiros);

- e phishing. (tática usada por cibercriminosos que por e-mails falsos conseguem obter informações pessoais das vítimas, como senhas ou cartão de crédito, CPF e número de contas bancárias).

Atualize regularmente seu antivírus

Muitas pessoas pensam que basta instalar um antivírus para o computador estar protegido, porém não é bem assim.

É importante atualizá-lo, porque o desenvolvedor vai disponibilizando automaticamente novos recursos de acordo com brechas encontradas no sistema.

Caso não realize esse procedimento, o antivírus não saberá da existência de novas pragas virtuais.

Crie senhas difíceis

Não utilize senhas com nome de parentes, data de aniversário, placa do carro, e outros. A preferência é que sejam sequências que misturam letras e números.

Outra dica necessária é não guardar suas senhas em arquivos do Word ou de qualquer outro programa e evitar usar a mesma para vários serviços.

Além de criar senhas difíceis de serem descobertas, é indicado mudá-las periodicamente.

Para saber mais sobre os cuidados necessários ao criar uma senha, leia este artigo: Importância de ter cuidado com as senhas.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard