Governo do Estado do Espírito Santo
09/11/2022 15h08

Tendências impactantes para a Tecnologia da Informação são debatidas em seminário promovido pelo Prodest

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) promoveu, na tarde dessa terça-feira (08), o Seminário de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES), que cedeu o auditório, em Vitória, para a realização do evento.

A atividade também contou com o apoio de parceiros privados. Na abertura, o presidente do Prodest, Marcelo Cornélio, destacou a importância de retomar os eventos presenciais, interrompidos pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Além disso, apresentou uma série de projetos realizados pela autarquia desde 2019, abrangendo o desenvolvimento de sistemas e sites, além de investimento em infraestrutura tecnológica (redes de fibra óptica e Data Center).

“Precisamos da tecnologia para reduzir a burocracia. Por isso, é muito importante reconhecer que inovar é viabilizar ideias, expandir oportunidades e adotar as melhores práticas para atingir resultados mais expressivos para o Governo e a sociedade”, enfatizou Cornélio.

Em seguida, o coordenador de Inovação e Tecnologia da Secretaria de Governo (CIDT/SEG), Victor Murad Filho, afirmou que é indispensável para a Administração Pública ter um olhar atento para as demandas do cidadão. “Estamos em um mundo cada vez mais digital e isso precisa ser levado em consideração para investirmos em tecnologia e no Prodest de forma estratégica. Com essa postura, o Espírito Santo continuará sendo uma referência nacional em TI pública”, afirmou.

Debates

A primeira palestra apresentou o tema “Scale Agile: Frameworks de Desenvolvimento” e foi ministrada pela Head Digital da Spassu, Flávia Gerhardt. Ela mostrou como é necessário haver uma integração entre os times de desenvolvimento e os clientes (internos ou externos), para a criação de sistemas e plataformas apresentar um desempenho dentro ou acima das expectativas.

A programação continuou com a mesa-redonda “Desafios do Setor de TIC diante do Aquecimento Global do Mercado Versus Formação, Qualificação e Capacitação de Novos Profissionais”. Com a moderação do coordenador da CIDIT, Victor Murad Filho, os debates envolveram alternativas para melhorar a conexão entre as instituições de ensino e o mercado.

Na avaliação da professora e coordenadora do curso de Ciência da Computação da Universidade de Vila Velha (UVV), Susiléa Abreu, é primordial conscientizar os alunos da necessidade de usar a tecnologia para melhorar a vida das pessoas, fazendo com que os estudantes tenham mais maturidade para entrar no mercado de trabalho.

Para o professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e mestre em Informática, Francisco José Rapchan, um bom caminho para integrar os alunos ao mercado e incentivando-os a participar de projetos por meio de incubadoras, onde os estudantes conhecem as demandas dos empreendedores que podem envolver diversos segmentos, como salão de beleza, agricultura, entre outros.

Já o gerente de Inovação da  Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides), Matheus Lima Benincá, destacou que é válido, por meio de ambientes controlados, promover a conexão da academia com órgãos públicos e instituições privadas, para o desenvolvimento de soluções que contribuam para a sociedade e o avanço tecnológico.

Inovação, serviços de TI e humor

O diretor de Tecnologia e Head de Inteligência Artificial da Intelliway, Frederico Comério, ministrou a palestra com o tema “Assistente Virtual Inteligente e Plataformas Cognitivas”. Na atividade, ele apresentou a evolução dos chatbots nos últimos anos e como as empresas podem adotar essa ferramenta para obter uma comunicação mais ágil e eficiente com o público-alvo.

A última palestra do Seminário TIC foi proferida pelo consultor de Cloud e Serviços na Compwire, Carlos Henrique Kuretzki, que abordou o tema “Cloud Híbrida e Serviços Continuados”. O palestrante explicou como a prestação de serviços de TI deve levar em consideração as particularidades de cada empresa, com foco na proteção dos dados e na disponibilidade dos serviços.

Para encerrar o evento de forma descontraída e muito alegre, o  comediante Thiago Carmona fez uma apresentação contando situações da vida dele e do cotidiano com criatividade e bom humor.

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do Prodest

Eric Lopes Menequini/Nicholas Abreu

(27) 3636-7159

comunicacao@prodest.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard